Solarbios Energia Solar Fotovoltaica | Celpe-PE debita compra do painel solar na própria fatura de energia
Solarbios Energia Solar empresa de Passo Fundo RS, é representante comercial Engie. Oferecemos os projetos e soluções da Engie, a maior operadora e geradora de energia privada do Brasil
energia solar passo fundo, energia solar rs, painel solar passo fundo, painel solar rs, empresa energia solar rs, energia solar rio grande do sul, placa solar passo fundo, placa solar rs, representante engie, solarbios, representante comercial engie, engie solar, energia solar orçamento, energia solar instalacao, energia solar preco, energia solar custo, energia solar financiamento, vantagens da energia solar, noticias energia solar, blog solar
37637
single,single-post,postid-37637,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,wpb-js-composer js-comp-ver-4.1.2,vc_responsive

Celpe-PE debita compra do painel solar na própria fatura de energia

Celpe-PE debita compra do painel solar na própria fatura de energia

08:45 23 outubro in Energia Solar
0 Comments

https://www.destakjornal.com.br/cidades/recife/detalhe/painel-solar-pode-ser-pago-na-conta-de-energiaimg_797x448$2018_10_22_20_54_35_34387

 

Fonte:  Jornal Destak-Recife

Os benefícios da energia limpa são incontáveis, mas, às vezes, as pessoas desistem dela por conta do investimento inicial. Agora, no entanto, o programa PE Solar foi ampliado para possibilitar que o investimento realizado para gerar a própria energia seja pago na conta de luz, através da economia criada com os painéis fotovoltaicos – o que reduz a obrigação de pagar mais um boleto no fim do mês.

O PE Solar, que foi ampliado pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Estado (Sdec-PE) através de uma parceria com a Companhia Energética de Pernambuco (Celpe), passa a atender não apenas pessoas jurídicas, como também pessoas físicas. Basta entrar no site do programa (energia.pe.gov.br), escolher uma das empresas credenciadas e negociar os preços e a instalação da sua usina solar diretamente com ela. Na hora do pagamento, se optar pelo desconto do financiamento na conta de luz, não há custo extra.

A ideia é que o programa dê lucro ao consumidor, uma vez que a geração dos painéis reduz o consumo da energia da Celpe.

Se o consumidor chegar ao ponto de gerar toda a sua energia por meio dos painéis, a companhia só vai cobrar a taxa mínima de luz, que é de R$ 24 para residências e de R$ 80 para estabelecimentos comerciais, além das parcelas do valor dos painéis.